Quais as vantagens de dobrar meu próprio paraquedas?

  • Rating 12345

Se você é iniciante eu diria que aprender a dobrar o próprio equipamento é uma ótima forma de entender como um paraquedas funciona. Mesmo que no início pareça tudo meio confuso e você ache que é muita informação para absorver de uma vez só, acredite, com o tempo você começa a entender para quê serve cada parte dele, tirantes, linhas, e tecidos costurados ali. Conhecer o equipamento também pode lhe ajudar a se livrar de uma pane, afinal, pra quê você vai ter uma knife se não souber o que deve cortar em uma emergência?

Dobrando com frequência você também tem a oportunidade de checar sempre a vida útil do seu equipamento, qualidade das linhas, pilotinho, se as ligas da bolsa estão uniformes, as costuras do container, se o loop está desgastado, e uma série de outras coisas, que um dobrador geralmente não olha em 5 minutos. Claro, que esses itens são checados a cada 6 meses quando você leva o equipamento em um Rigger para redobrar o reserva, mas check de segurança nunca é demais, e se você tiver alguma dúvida sobre o equipamento antes da redobragem do reserva, não custa nada levar para um profissional dar uma olhada.

Mesmo que você tenha um dobrador de confiança na sua área, nada garante que você vai tê-lo sempre disponível. Saltar em outro país, por exemplo, pode ser um problema, a não ser que você tenha condições de levá-lo junto.

Se você for saltar nos EUA (tirando os dias que tem grandes eventos) muitas áreas, apesar de bem estruturadas, têm poucos dobradores (comparado ao grande número de atletas). Nos fins de semana é fácil encontrar alguém disponível, mas em dias de semana, com a área menos movimentada as vezes eles se dão ao luxo de se dar folga. Já vi amigo voltar de uma área sem saltar porque não tinha dobrador, mas as decolagens estavam rolando (isso não é regra, mas acontece).

Além disso, não espere dobradores simpáticos e amistosos como os brasileiros, a maioria é chatinho e meio mal-humorado, se você não fizer os freios e descolapsar o slider eles se recusam a dobrar. E acredite, já vi paraquedista com mais de 500 saltos tendo que pedir ajuda por que não sabia fazer os freios.

Apesar de tudo, o serviço é mais caro ($7 dólares em média, com a cotação atual cerca dá R$ 16,80 reais) se você fizer os cálculos custa quase um terço de um salto ($26 dólares), sendo que no Brasil você paga em média pela dobragem um décimo do valor de um salto (dobragem: R$10, salto: R$100). Ah, e eles sempre vão esperar gorjeta. Ai você escolhe: usa dobrador e faz seis saltos ou não usa dobrador e faz oito?

Eu diria que dobrar também é um ótimo exercício físico, e com certeza queima bastante calorias (ainda mais no começo quando a gente gasta quase uma hora em cada dobragem), e como toda atividade física só vai ficando melhor com a prática, depois de algum tempo você vai conseguir dobrar cada vez mais rápido, além de estar se exercitando. Vai levar um tempo para confiar na sua própria dobragem, e também vai depender do seu próprio interesse em procurar um instrutor ou um amigo que lhe ajude a revisar o passo a passo, até que você se sinta seguro para a saltar com a própria dobragem.

E o melhor, em caso de pane não precisa colocar a culpa em ninguém!

Se está aprendendo a dobrar assista:

 


2 thoughts on “Quais as vantagens de dobrar meu próprio paraquedas?

  1. Como estou no início do curso, e não quero chegar aos 500 saltos sem saber, acredito que seja aceitácel a minha pergunta… hehe
    O que é descolapsar o slider? Fazer os freios seria puxar os batoques totalmente após o pouso?

    • Mateus, obrigada pela pergunta! =)
      Você ainda deve estar usando um equipamento Student, então você não fecha o Slider após a abertura. Já reparou nos videos dos atletas que usam velames menores que eles puxam duas cordinhas e deixam o Slider fechado para navegar? Então após pousar vc deve liberar essas cordinhas e abrir o Slider, dobrar com ele fechado resulta em uma pane.
      Quanto aos freios é a primeira coisa que vai aprender quando estiver aprendendo a dobrar. Você deve alojar os batoques no lugar correto, eles ficam presos aos tirantes, isso garante que quando abrir ele vai estar freado. Só depois do check funcional vc solta os batoques para navegar.
      Qualquer dúvida pergunte de algum instrutor, com certeza ele vai demonstrar pra vc na prática.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *