CBPq realiza ações para prevenir acidentes

  • Rating 12345

Em março de 2014 completa um ano da nova administração da Confederação Brasileira de Paraquedismo, formada pelo Presidente Luiz Cláudio Santiago (Dim) e Vice-Presidente Eduardo Luiz Affonso. Logo que assumiu a nova administração, Dim deu início a um projeto para tentar prevenir acidentes dentro do esporte no país.

Federação Paranaense recebe Banner de Segurança da CBPq

O objetivo da CBPq é reforçar as normas de segurança, e para isso a Confederação está fazendo uma série de visitas pelas áreas de salto do país.

Nove Federações já foram visitadas e receberam um banner com o Check-list de segurança, o objetivo é visitar todas as Federações até o fim do mandato, “nossos acidentes tem diminuído ano após ano, mas esperamos com a conscientização de todos zerar este numero. Tenho certeza absoluta que isto não é nada difícil se cada atleta/instrutor fizer sua parte atentando para as normas e procedimentos de segurança” disse o Presidente.

Os banners de segurança tem uma lista completa dos procedimentos que devem ser seguidos, desde a equipagem até o pouso, além de uma lista completa de todas as categorias e os pré-requisitos, também foi adicionada uma fórmula que facilita o cálculo do wing load dos atletas.

Segundo dados da CBPq o paraquedismo no Brasil tem crescido de forma muito positiva, pela primeira vez na história do esporte a Confederação tem 3.600 atletas filiados. Ao mesmo tempo, nos últimos dois anos foi registrado o menor número de acidentes fatais no país.

Federação Amazonense recebe Banner de Segurança da CBPq

De acordo com o Presidente a maior dificuldade é combater a negligência de muitos atletas, “Infelizmente temos em nossa cultura uma dificuldade imensa em seguir normas e procedimentos e sem dúvida alguma a ideia de que isso nunca vai acontecer comigo acaba provocando acidentes que poderiam ser evitados” disse Dim.

As visitas também são uma oportunidade da Administração da CBPq conhecer a realidade das áreas do país, e assim organizar seminários e palestras com material específico para cada região.

O órgão também está focado em combater irregularidades no esporte, todos os casos estão sendo denunciados ao STJD, além da própria CBPq estar autorizada a fazer cumprir as penalidades previstas no código esportivo.

“Posso garantir que esta administração não deixara passar em branco acidentes que poderiam ter sido evitado se apenas alguns detalhes fossem observados, lutamos para mudar isso e este é um sonho que espero ver realizado”, finalizou o Presidente.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *