Brasil e América do Sul têm novo Recorde Feminino de FQL

  • Rating 12345
10514415_10205168896331577_8476113097935365585_o

34-way feminino sobre Boituva Foto: Ramela

Após muito treinamento e apenas oito saltos de tentativas, 34 mulheres paraquedistas da América Latina estabeleceram o novo Recorde Brasileiro e Sul Americano Feminino de Formação em Queda Livre. O Recorde foi realizado na última segunda-feira, 17 de novembro na área de saltos de Boituva – SP.

Foram três dias de evento, que iniciou no sábado, dia 15, e reuniu mais de 50 atletas, a grande maioria brasileiras, duas Argentinas e uma do Paraguai. Foram utilizadas 3 aeronaves que fizeram lançamentos em ala a 16 mil pés de altura. Responsáveis pela organização dos saltos estavam as coaches Ziara Abud, Vanessa Di Sessa, Flavia Lopes, Beatriz Ohno e Erika Queiróz, que também tiveram o apoio dos coaches Daiton, Abraão, Pedro San e Renato “Gordinho”.

Segundo Vanessa Di Sessa, atleta e instrutora com mais de 900 saltos na carreira, essa conquista só foi possível graças a dedicação do grupo durante todo o ano de 2014. Junto com Ziara, Flávia e Beatriz, elas realizaram treinos mensais na área de Boituva para as atletas interessadas em participar do Recorde, o que resultou em um grupo bem preparado para o desafio.

10694314_10205168893691511_8780227499490384660_o

Lançamento em ala. Foto: Ramela

No total, em três dias de evento foram feitos  oito saltos de tentativa, entre eles dois Recordes, um 26-way e 34-way. Um dos maiores desafios do grupo foi driblar o vento forte que fez em Boituva nesses dias. “A área de saltos ficou fechada por várias horas em diferentes momentos e procuramos lidar com isso da melhor forma possível pois nosso lema sempre foi a segurança em primeiro lugar. No sábado conseguimos fazer apenas 1 salto em ala, uma tentativa de 26-way com duas aeronaves, naturalmente o primeiro salto do evento precisava de ajustes, mas seriam poucos”, disse a organizadora.

No segundo dia (domingo) elas iniciaram as tentativas logo cedo e no terceiro salto conseguiram fechar o 26-way, o primeiro Recorde do evento, superando o 25-way batido em 2012. “Foi um salto limpo, silencioso e foi maravilhoso ver as mulheres quebrando este primeiro Recorde, passava um filme na memória de todos os meses de treinos para que isso se tornasse realidade” acrescentou Vanessa.

Mesmo com toda a euforia da primeira conquista, o objetivo delas era bem maior, e a ideia era tentar ainda no mesmo dia aumentar a figura para um 30-way. Outras 26 atletas estavam em stand by treinando em grupos menores (14-way e 12-way) e esperando para integrar o grupo principal nos próximos saltos. Mas, mais uma vez o vento atrapalhou, e elas não conseguiram fazer o quarto salto do dia.

10548022_10205168892931492_3903701987017257960_o

Tentativa do Recorde. Foto: Ramela

Na segunda-feira, último dia de tentativas, elas decidiram começar não com 30, mas com 40 atletas na formação. Após três saltos que chegaram bem perto de serem fechados, mais uma vez a previsão de vento forte iria atrapalhar o Recorde. “Por causa do vento provavelmente teríamos somente mais um salto. Sendo assim a organização tomou a difícil decisão de reduzir o grupo para 34-way e realizar uma última tentativa”, disse Vanessa.

Dessa vez, as 34 atletas subiram para o tudo ou nada e na última tentativa conseguiram formar um belíssimo 34-way nos céus de Boituva, hoje a maior Formação em Queda Livre de Mulheres paraquedistas do Brasil e da América do Sul.

“Fechamos a formação por nós e principalmente pelas meninas que estavam no chão saltando nos grupos menores e naturalmente prontas para integrar o grupo do Recorde, mas infelizmente não havia mais tempo para mais decolagens! Todas as atletas envolvidas são merecedoras destes dois Recordes, a organização se sente extremamente feliz em saber que nosso principal objetivo foi alcançado, promover o encontro de mulheres paraquedistas e colaborar para a evolução de cada uma no esporte, ambos os Recordes foram só consequência deste belo e recompensador projeto.” Informou Vanessa.

10553674_10205168884731287_3304031884073208495_o

Lançamento em ala. Foto: Ramela

10688120_10204763800631977_1238934150560003084_o

Recorde Feminino Sul Americano 34-way. Foto: Kalley Ferreira


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *